Ferramentas foram desenvolvidas pela Sedese e Seplag, para dar mais agilidade aos processos - Foto: Gil Leonard/Imprensa-MGO número de vagas captadas pelo Sistema Nacional de Emprego, o Sine, já chega 99.432 mil desde a inauguração, em janeiro de 2017, dos sistemas Busca Ativa e Central de Vagas, estratégias do Governo de Minas Gerais de potencialização da intermediação da mão de obra. O número refere-se até setembro deste ano (último período levantado) nas 132 unidades do Sine no estado e renova as expectativas do trabalhador que quer se colocar no mercado de trabalho, mesmo diante da retração econômica.

O sistema do Busca Ativa, voltado a quem quer se candidatar a uma vaga, e da Central de Vagas, direcionada às empresas em busca de profissionais, é simples e gratuito. E, para facilitar a inclusão, em Belo Horizonte o Sine tem localização bem central, no posto UAI da Praça 7.

Os serviços estão disponíveis também pelo telefone celular, bastando baixar o aplicativo Sine Fácil. Foi assim que, depois de andar muito atrás de emprego, levando currículos onde ia,  Kelly Cristina Araújo da Silva, 34 anos,  encontrou trabalho de acordo com seu perfil.

“Pelo sistema encontrei a loja onde me recoloquei. Havia cinco pessoas na concorrência (número candidatos que o Sine disponibiliza para cada vaga aberta). Imprimi minha carta de recomendação, pelo próprio Sine, fui à entrevista e, em alguns dias, já estava trabalhando. Pelo aplicativo minhas andanças acabaram, só dependia de mim acessar o celular e buscar o emprego”, conta Kelly.

Desenvolvidas pela Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) e da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), as ferramentas também são rápidas. Segundo Kelynne Brito Santos Chaves, gerente da loja que contratou Kelly, localizada na Galeria Ouvidor, no centro de Belo Horizonte, a velocidade de busca de trabalhadores representa “um salto de 50 anos para cinco dias”.

“Nos 50 anos de existência da loja, sempre colocávamos um aviso na porta, mas esse ano, quando o dono do estabelecimento falou da vaga aberta, liguei para o Sine da Praça 7 e me informei. Quatro ou cinco dias depois já recebemos e-mails com perfil de candidatos para fazermos as entrevistas. Escolhemos a Kelly Cristina pelas experiências anteriores”, relembra Kelynne.

A gerente conta que também achou bem ágil o contato com o Sine, pelo Busca Ativa e Central de Vagas. O acompanhamento também foi rápido e todo feito por e-mail. “Isso agiliza a contratação. O diferencial é poder buscar o perfil que queríamos, isso facilita, já que quando colocávamos a placa na porta vinha gente de todo tipo buscando emprego e aí perdíamos muito tempo”, exemplifica.

As oportunidades de trabalho são oferecidas em diversas áreas. Entre aquelas com exigência de ensino médio, fundamental ou fundamental incompleto estão vagas para operador de caixa, padeiro, recepcionista, mecânico montador, recepcionista, encarregado de supermercado, bombeiro hidráulico, borracheiro e cobrador de transporte coletivo.

Entre as vagas para cargos com maiores salários destacam-se ofícios como engenheiro ambiental, engenheiro civil, médico veterinário, farmacêutico, nutricionista, técnico em manutenção de equipamento de informática, técnico em segurança do trabalho, técnico em enfermagem, gerente administrativo e diretor de marketing.

Necessitando contratar um faxineiro, uma das casas da matriz Congregação Das Irmã Nossa Senhora da Piedade (Ciansp), não encontrou dificuldades para encontrar o profissional ideal para ocupar o cargo, conforme relata o gerente de Recursos Humanos, Luiz Gustavo Silva Gonçalves.

“O Sine disponibiliza às empresas uma carta especificando o perfil e os requisitos para o preenchimento da vaga. Acompanhávamos pelo telefone, marcando entrevistas. Em cinco dias já tínhamos candidatos para serem avaliados. O sistema correspondeu com eficiência à necessidade da empresa”, diz Gonçalves.

Funcionamento

Na Central de Vagas, no Sine da UAI Praça 7, o empregador encontra um serviço gratuito e capacitado, onde uma equipe exclusiva convoca trabalhadores de acordo com o perfil traçado.

Se a empresa tem vagas disponíveis e precisa de ajuda para recrutar os profissionais mais adequados, conta com todo o suporte da Central de Vagas, que oferece a infraestrutura adequada para realizar o atendimento.

No Busca Ativa, o Sine procura identificar, através de inteligência digital, empresas com maior potencial de contratação. Essa busca é feita através do cruzamento de informações de diferentes bancos de dados, como o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), da Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios (Pnad), dados cadastrais das empresas contribuintes ICMS, além das tendências de geração de emprego nos municípios de acordo com os setores de atividade econômica.

Ao utilizar o Busca Ativa, o Sine/Uai deixa de receber apenas as ofertas vindas das empresas. Por meio da ferramenta, não só o banco de empregos aumenta como também a proximidade com o empreendedor contratante. Com empregadores fidelizados, o Sine se destaca como principal intermediador de mão de obra do mercado de trabalho.

Como utilizar?

Para utilizar a ferramenta, o interessado deve procurar o Sine-MG ou o Busca Ativa e a Central de Vagas mais próxima. Em Belo Horizonte, o endereço é Avenida Amazonas 478, Centro. O telefone é (31) 3271-6028.

Via e-mail, o Busca Ativa pode ser contatado pelo busca.ativa@social.mg.gov.br, já a Central de Vagas pelo site maisemprego.mte.gov.br.

  • O contato com a Diretoria de Desenvolvimento de Inclusão no Emprego (Sedese) pode ser feito pelo telefone (31) 3916-8995 para mais informações e dúvidas também está disponível.